quarta-feira, 20 de abril de 2011

Felicidade é uma questão de atitude.


E um dia eu decidi dispensar o ônibus e ir caminhando algumas quadras até em casa. Salto alto, cabelos soltos, óculos grandes e música boa tocando no pensamento, minha energia transcendia e vinha bem sei lá de onde. O dia estava lindo, tinha um solzinho e um vento de leve.
centro cheio, pessoas estressadas,e Eu. Sorrindo. E a canção que passava na minha cabeça era tão boa. Bem light...
Ao meu lado passou um casal discutindo,pelo o que deu pra escutar era por que um não atendeu o telefonema do outro na hora devida, eu achei engraçado, como aquilo podia virar motivo de discursão. O centro estava meio tenso. As pessoas estavam tensas, estressadas via lá saber o motivo...
O clima estava tenso, mas eu estava tão feliz... Eu tinha duas opções: ou estragava o meu dia, ou iluminava o meu dia. Fiquei com a segunda opção. Lembrei de um texto que eu li (e faz tempo) sobre pessoas, lugares e situações vampíricas (essas que roubam a energia boa da gente), me imaginei envolvida por uma luz calma que me protegia, me mantendo livre de toda aquela antipatia e comecei a irradiar foi calor. Eu sorria. De graça.
Sorri pra criança no colo da mãe, pra mãe, pro senhor que estava perto delas, pra senhora qe estava atrás, pra menina que estava na frente. Minha energia só melhorava, eu só ganhava alegria.E as pequenas coisas coisas daquele dia me mostrava um lado que eu já estava desconhecendo, mais que ainda existe dentro de mim. No mais, será que a felicidade é mais que uma questão de atitude? De prisma? De olhar? Eu não sei. Mas felicidade é sim um espiríto do qual devemos nos embeber HOJE. Você pode se estressar, você pode não se estressar. Você pode decidir se irritar, ou apenas seguir adiante. E então o que vai ser?

Decida ser feliz. AGORA.



-Sei lá o por que do texto, me deu vontade me veio na cabeça,
o dia foi especial ao todo pra mim -

Nenhum comentário:

Postar um comentário